18 de jul de 2011

As coisas mudaram... ela mudou.



- Porque? – Disse o garoto indignado, ela sempre fora apaixonada por ele, sempre fazia tudo o que ele queria, não entendia porque acabara de recusar seu beijo.

- As coisas mudaram – disse a garota de olhos castanhos – minhas roupas, meu cabelo, meus amigos, minhas musicas preferidas, meus caminhos e todos os meus sonhos e você nem percebeu, simplesmente porque nunca se deu ao trabalho de prestar atenção.

- O que fez você mudar? – perguntou ele incrédulo com a firmeza das palavras daquela garota que costumava se derreter com um simples ‘Oi’. Agora ela não parecia mais ter medo de deixar o passado lhe escapar pelos dedos.

- Você e obrigada - foram estas as únicas palavras que saíram de sua boca antes de se virar para ir embora.

Enquanto ela seguia seu caminho com um radiante sorriso nos lábios ele percebeu que estava na hora de encontrar uma outra garota para brincar de príncipe encantado, porque ela estava diferente e estava disposta a ir atrás do que era bom para ela. Seu papel agora era de um completo idiota, que mais uma vez ensinou a uma garota que acreditava em contos de fadas, da maneira mais difícil, que ela precisa crescer.

4 comentários:

♪ Dαyαnє ♪ disse...

As vezes damos mesmo a certas pessoas um papel em nossas vidas que elas não merecem, mas a gente sempre aprende.
Aprende a diferenciar tipos de pessoas e "pra sempre's" que são sinceros ou não e se amar mais.

"...porque ela estava diferente e estava disposta a ir atrás do que era bom para ela"

Uma sábia escolha :)

~> Beijusss...;*²

нєllєи Cαяoliиє disse...

"porque ela estava diferente e estava disposta a ir atrás do que era bom para ela."
Precisamos ser como ela ;)
Belo conto!
Obrigada pela visita,Querida!
Volte quando quiser!
Um beijo.

Louise Berdine disse...

Nossa, eu desejo muito ser como essa garota, hm, na verdade eu já fui assim, mas me apaixonei e isso me destruiu viu , enfim texto incrivel, estou encantada com seu blog .. ja te sigo.

- 'Mayara Isis disse...

Crescer nunca foi uma tarefa fácil, mas sinceramente, temos mesmo que agradecer esses garotos que pensam que podem brincar com o coração de todo mundo. No final, a criança da historia é sempre ele. Nada que nos acontece é em vão.
Beijos, ^^