1 de set de 2011

Cap. 02 - Anywhere I am (There You'll Be...)

Megan já estava acordada há algum tempo quando o despertador tocou, cinco horas da manha, um pouco mais cedo do que o de costume, mas ela não se incomodava, era apenas algumas horas a menos olhando pro espaço vazio ao seu lado na cama. Levantou-se então, o vazio no seu peito era um misto de saudade e medo, caminhar por aquelas ruas, as mesmas ruas que presenciaram demonstrações publicas de afeto, passeios de mãos dadas, fotos que ela já nem sabia mais onde estavam. Mas a ansiedade e a felicidade de poder olhar todos aqueles caminhos novamente tratavam de preencher todo o vazio com um simples respirar fundo. 

Um banho quente demorado, uma frase no box  embaçado, “I'll keep a part of you with me and everywhere I am there you'll be” essas malditas musicas que sempre tocam no momento errado para lembrar que é, você escolheu seguir em frente e mesmo que não se arrependa de ter conseguido alcançar seus sonhos, não tem tanta certeza que faria tudo de novo se tivesse a chance de voltar no tempo. Ficou alguns minutos parada de frente ao espelho, não muitos, mas o suficiente para que o trecho de musica no box se tornasse ilegível. Ainda era difícil olhar no espelho e ver que não tinha mais dezoito anos, suas conquistas até que a ajudavam a amenizar as lembranças que vinham vez por vez. Antes fossem más lembranças, só assim talvez ela não quisesse mais voltar.


Enfim, saiu do banheiro, vestiu seu vestido preto, a camisa verde que ela mesma havia costurado tempos atrás, pensou em usar aquele par de saltos altos esquecidos na caixa desde quando eram recém adquiridos, mas devido ao frio ou apenas ao fato de amar ser diferente, preferiu colocar as meias cinza acima do joelho e aquele par de botas que todos já estavam enjoados de olhar. Nos cabelos, agora quase secos, nada de especial, sempre gostou da forma que eles contornam seu rosto e caem sobre os ombros. Nos olhos azuis, rímel era o suficiente. Nos lábios, nada de batom vermelho, mas um tom de marrom tão sutil que era quase imperceptível. Carregava apenas uma pequena mala, sim estava voltando, mas isso não significava que iria ficar.

Fechou a porta, nunca havia sido tão fácil, o caminho até o carro parecia bem mais longo do que todos aqueles anos de espera, quando se deu conta estava lá, sentada e sem coragem para dar partida. Teve vontade de apenas dirigir sem rumo, correr por aí a não sei quantos quilômetros por hora, deixar o destino a guiar, mas de alguma forma sabia que o único lugar onde o destino a levaria era exatamente o lugar para onde estava prestes a ir.

7 comentários:

Anônimo disse...

Ahh... Essas musicas que faz lembrarmos dessas pessoinhas que as vezes nem merecem nosso tempo e amor... Digo a minha musica "If I Let You Go" West Life...

Bel * disse...

Que legal a sua fanfic!!! :)
vim retribui sua visita!!
muito sucesso pro teu blog!!

♪ Dαyαnє ♪ disse...

Oi,

E o destino parece colocar essas musicas justamente pra te tortura com as lembranças não é? =/

Jess, amei esse primeiro capitulo da Fic! Mas, agora estou ansiosa pra saber como ela vai reagir quando chegar ao lugar em que se conheceram, o que vai acontencer...*-* Posta mais!!

Quero ver o que vai acontecer quando ela encontrar o passado que deveria esquecer *-*

Ah Jess, queria muuito agradecer também pelos parabéns que você me desejou! Muuito, muuito obrigada e desejo tudo em dobro pra você! ;)

~> Beijusss...;*

Ana Carolina disse...

Adorei, lindo blog...

beijo
=*

≠    Jέssчcα disse...

Musicas , que trazem aquelas recordações que chegam a doer o coração e a fazer suspirar no mesmo compasso, amo demais o seu lindo e talentoso mundo e fico verdadeiramente grata por saber que sempre lê as minhas postagens. Grande é a satisfação de receber comentários de alguem a essa altura.
Beijos sua liinda .
Por : A Única Garota No Mundo.

Layla Saluanne disse...

Ameei,ameei,ameei!
Owwn ,mais ? HUASHUAHS

@iamaburguesinha disse...

@fanforever_, Layla, ana e Bel, Obrigada *-*

Day, vou postar logo logo, e como eu disse no post anterior essa historia é muito minha, aconteceu comigo, não exatamente assim mas o sentimento foi o mesmo. *-* e vc merece tudo de bom <3

Jessica *-* seu comentario me fez chorar, e me achar pra sempre tbm, eu nem sou isso tudo mas muito obrigada, ganhei meu dia.