29 de jul de 2010

Capitulo 01 - I Wish I Haven't Seen...

Você nunca pareceu estar tão bem como na noite passada debaixo daquelas luzes da cidade, lá, andando com sua amiga sorrindo para a lua. Eu juro que você olhou direto pra mim, mas ainda estou vivendo com seu adeuse você apenas esta continuando com sua vida.
(Like We Never Love At All – Faith Hill)

La estava ele – o homem que costumava ser meu tudo. O homem que deveria fazer meu mundo girar, e ele o fez, virou tudo de cabeça pra baixo quando simplesmente disse que devia seguir com sua vida e me deixou. Me levantei do banco da praça e fiquei atrás de um poste olhando ele, ele estava sorrindo pra ela, sua amiga. Nós dois sabíamos que ela nunca passaria disso, uma amiga. Ela jamais seria o que eu um dia fui pra ele, ela nunca o deixaria louco como eu tantas vezes fiz. Jamais iria ama-lo como eu o amei.

Eu me encolhi dentro do meu casaco quando os vi parar e os lábios dela estavam se aproximando dos dele, encostei minha cabeça no poste de olhos fechados, fiquei assim por um instante, quando voltei a olhar os lábios deles ainda estavam juntos, então me virei e fui embora. Não consigo entender como Jesse McCartney podia fazer aquilo. Olhei pra trás por cima do ombro e os vi ainda se beijando, mas os olhos dele estavam abertos, olhando pra mim, desviei o olhar e apressei o passo, mas eu sentia forças em meu coração me puxarem de volta, eu não sei o que era isso, mas eu não estava gostando nem um pouco.

- Eii,- Jesse disse, afastando os lábios dos dela.- O que você está fazendo? - Ele perguntou, olhando em seus olhos castanhos. - Por que você me beijou daquele jeito? - Ela só olhava para ele em troca. Ela era sua nova assistente, mas estava dando em cima dele desde o primeiro dia. Ele sabia que não poderia misturar negócios com prazer mesmo que ele quisesse - Você não pode fazer isso.

- Mas isso é tão romântico, não acha? - Perguntou ela, prendendo seu cabelo preto por trás das orelhas. Ele sorriu um pouco e olhou para trás até ver que ela tinha ido embora. Ela tinha ido embora – exatamente como antes.- Jess, vamos voltar para o hotel?

- Stefanne, eu disse que não - disse ele, sacudindo a cabeça.- Eu não posso e, além disso, eu realmente não quero, você é minha assistente. Só isso. - Ela olhou para longe e revirou os olhos. - Eu estou indo caminhar sozinho, ok? Você vai voltar para o hotel e se certificar que tudo está definido para o Awards amanhã.

Stefanne acenou com a cabeça e rapidamente começou a ir embora.

Ele se sentiu-se horrível tratá-la mal assim. Ela era uma menina doce, mas apenas isso - uma menina. Ela era da mesma idade dele mas não era o que ele queria. O que ele queria era que ele jogou fora por motivos infantis. Ele estava com medo. Ele estava com medo de ser feliz, estar satisfeito. Ele estava com medo porque sabia que tinha encontrado a pessoa perfeita para ele. E ele simplesmente deixou ela ir embora.

0 comentários: