1 de ago de 2010

Capitulo 06 - Like We Never Love At All

Seus olhos são gelos, frios e tristes, um espelho do coração que está dentro de você

(Just Go - Jesse McCartney)

Noite de Award e eu faria tudo pra não ter que sair desse quarto, eu o fiz.

- Arthur por favor eu estou muito indisposta acho que foi algo que comi no almoço, por favor, cobre o Award, você vai ver todo mundo que você quer. – eu já estava praticamente implorando, isso ia dar tanto problema pra gente mas eu já não me importava mais ver o Jesse, estar tão perto dele, já tinha acabado comigo.

- Você sabe que vai dar problema, - suspirou ele, - mas a o que eu num faço por ti Megs? – eu queria pular, mas eu não podia eu estava indisposta afinal, não é?

- Eu vou dar um jeito de livrar tua pele e vai ficar tudo bem. – sorri, o abracei e então ele saiu. Cada segundo dessa noite passava como um ano, estava fardada a suportar essa noite. Mas amanha quando tudo tivesse terminado eu iria ao escritório explicar a Phill o que tinha acontecido, eu não podia ficar cara a cara com Jesse McCartney mais nem um minuto, nunca mais eu não queria vê-lo nunca mais.

Tomei um banho e liguei a TV, era só o que me faltava...

- Muito obrigado - disse Jesse ao receber o premio, eu desliguei a TV e corri para a parte superior da plataforma, ficava um andar a cima da área vip, de la eu tinha uma visão ampla de todos os repórteres, do palco e... de Jesse, eu o vi com um sorriso no rosto enquanto disse que ele estava completamente encantado pelo fato de ter sido campeão.

- É só pegar o que eu disse lá no palco? - Jesse perguntou. A imprensa riu como sempre faziam. Eu encostei a testa no vidro da plataforma com as mãos em volta do rosto para enxergar melhor o que estava havendo la embaixo, - Então o que você quer saber? Estou tão feliz que vou ficar aqui a noite toda e responder a perguntas.

Fechei os olhos e assim fiquei até ouvir a pergunta de Elisabeth Pontes da Entertainment Weekly. Minha garganta ficou seca.

- Agora que você finalmente ganhou um Grammy, onde você se vê daqui a dez anos? Você ainda vai se apresentar?

Eu queria subir la no palco e falar com ele mas o que eu iria dizer? Que eu e Arthur não éramos nada, que só fiz aquilo para magoa-lo? Não, nada mais podia ser feito.

Surgiu um sorriso em seu rosto

- Eu não sei se ainda estarei me apresentando, sei la, escrevendo e produzindo mas... é, mas eu me vejo feliz, com o amor da minha vida, casado, com filhos. Eu vou ser mais gordo e mais peludo, e eu ainda vou chutar o traseiro de alguém no palco.

0 comentários: